Taobao Live, Social Commerce e o livestreaming chinês

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
11.11 no Taobao - Créditos: SCMP

 

O Taobao tem quase 300 milhões de usuários ativos e em 2019 fez 5,7 trilhões de RMB em valor bruto da mercadoria (VBM) vendida. O festival 11.11 já se transformou em um festival de compras global, e neste ano não foi celebrado apenas no dia, mas em “ondas” (qual terá sido a inspiração?)

Os números são impressionantes. Nos primeiros 10 dias de promoções, no esquenta para o festival, foram registrados 372.3 bilhões de RMB em VBM.

Hoje quero destacar o Taobao LIVE, a plataforma de transmissão ao vivo do Taobao, que gerou sozinha 20 bilhões de RMB em 2019. Na China a transmissão ao vivo (ou livestreaming) é uma verdadeira potência, e já representa cerca de 10% do total das vendas online.

Enquanto em outros países as plataformas de vídeo curto e streaming estão apenas começando a decolar, o formato já amadureceu na China.

Cerca de 265 milhões de chineses fizeram uma compra online por livestreaming em 2019, representando 37% do total de compradores online da China e 47% dos espectadores de transmissão ao vivo.

Neste ano, novos recursos em 3D e traduções simultâneas tornaram os canais de vídeo ainda mais atraentes, tanto para pequenos negócios como para grandes marcas.

A pandemia provou ser uma grande oportunidade para esta indústria, tanto para atrair novos consumidores como para capturar novos hábitos de consumo. As compras por livestreaming são uma confluência natural de várias tendências atuais – streaming, influenciadores, redes sociais, comércio eletrônico – e oferecem às empresas um novo caminho para os corações e as carteiras dos consumidores. Na verdade, esta integração social + comércio eletrônico (social commerce) provou ser vital para a sobrevivência de muitos negócios este ano, desde cosméticos até produtos agrícolas.

As marcas puderam combinar os recursos de livestreaming e comércio eletrônico em plataformas como a do Taobao para impulsionar as vendas enquanto as lojas off-line estavam fechadas. Algumas marcas até aumentaram suas receitas durante esse período em comparação com o ano passado.

As vendas da empresa de cosméticos Lin Qingxuan são um bom exemplo. Ao se ver obrigada a fechar 40% de suas lojas físicas, a companhia preparou seus consultores de beleza para se tornarem KOLs (Key Opinion Leaders) on-line. Mesmo com todas as suas lojas em Wuhan fechadas, as vendas da empresa nessa cidade alcançaram um crescimento de 200% em comparação com as vendas do ano anterior.

O livestreaming chinês ofereceu uma solução até para quem dependia do turismo local. A cidade de Furong, na província de Hunan, conseguiu promover e vender seus produtos regionais especiais para milhões de telespectadores em transmissões ao vivo.

Muito mais do que uma simples transmissão ao vivo, o livestreaming chinês é um palco seamless, ou seja, não existem grandes interrupções na experiência de compra do consumidor. A compra pode ser efetuada em tempo real. O vendedor utiliza o produto, conversa com a audiência ao vivo, realiza promoções, envia notificações, oferece jogos que garantem desconto… e muito mais. Este processo tão dinâmico e interativo permite uma conexão direta e emocional entre comerciantes e compradores, recriando a comunicação bidirecional presente nas compras físicas. As transmissões ao vivo neste modelo também criam uma sensação distinta no lançamento de promoções. Um bom apresentador/vendedor precisa entender como chamar a atenção da sua audiência nestes momentos. Falamos sobre os diferentes influenciadores de opinião na China no próximo artigo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Join the Foreseekers community

And receive our latest stories directly from the future.

Contact Info
Links

A Foreseekers é uma comunidade de futuristas que pesquisa sobre o futuro para melhor aplicá-lo no presente.

Contact Info

Haikou, Hainan, China

+86 188 1302 5910

camila@foreseekers.com

Links

© 2020 Foreseekers

en_USEnglish